59772-curso-tecnico-e-tecnologo-existe-diferenca-entre-os-dois

Curso técnico e tecnólogo: existe diferença entre os dois?

Muita gente já ouviu falar de cursos profissionalizantes e de como eles são bem vistos pelo mercado de trabalho.

Hoje, tanto os cursos técnicos como os tecnólogos têm alta taxa de empregabilidade e atendem a uma demanda do mercado por profissionais qualificados. Mas, apesar de serem parecidos, curso técnico e tecnólogo não são a mesma coisa.

Você sabe qual a diferença entre eles e qual é o ideal para você? Foi pensando em ajudá-lo a tirar essas dúvidas que preparamos esse post.  Acompanhe!

Diferença entre curso técnico e tecnólogo

Apesar de ambos serem profissionalizantes, existe uma grande diferença entre eles: o nível de escolaridade. O curso técnico tem formação em nível médio. Já o tecnólogo tem formação superior. Porém, as diferenças não param por aí. Veja com mais detalhes abaixo:

Curso Técnico

Esses cursos são bastante focados na prática profissional em si – por isso os técnicos são tão bem recebidos no mercado. Outra característica desse tipo de curso é que ele pode ser cursado junto com o ensino médio, possibilitando terminar os estudos já com emprego garantido.

Eles se dividem em 4 modalidades:

  • Qualificação Profissional ou Formação Inicial e Continuada (FIC): possuem curta duração e são voltados para estudantes de ensino médio, trabalhadores e beneficiários de programas federais de transferência de renda.
  • Subsequente: voltados para quem já tem diploma de ensino médio e deseja ter uma formação técnica para entrar no mercado de trabalho.
  • Concomitante: nesse caso, o aluno faz o curso técnico ao mesmo tempo que o ensino médio. É necessário que ele já tenha feito a primeira série e cumpra jornada dupla de aulas. Ao terminar cada curso, ele recebe o diploma correspondente.
  • Integrado: os alunos se preparam para uma profissão ao mesmo tempo que cursa o ensino médio. Neste caso, não há jornada dupla de aulas. Pode durar até quatro anos e, ao terminar, o  aluno recebe tanto o diploma de ensino médio como de Técnico de Nível Médio.

Os cursos técnicos têm duração variada. Eles podem durar meses ou anos, dependendo de qual o tipo de curso e área escolhida. Quanto aos requisitos para ter uma formação técnica o aluno pode ter nível fundamental ou médio (completo ou incompleto).

O profissional formado em cursos técnicos são preparados para cargos mais operacionais. São oferecidos por escolas técnicas, Institutos do Sistema S (Senai e Secac) e Institutos Federais de Educação.

É uma ótima oportunidade para começar a vida profissional com um bom emprego, além de garantir mais experiência e conhecimentos antes de entrar para a faculdade.

Curso Tecnólogo

Os cursos tecnólogos são ministrados por universidades públicas e privadas e, visando atender a uma demanda de mercado, têm menor duração e foco na prática de determinada profissão. Essa duração pode variar de 2 a 3 anos e dá ao formando o diploma de nível superior em tecnologia.

Assim como os cursos técnicos, eles também são profissionalizantes e possuem alta taxa de empregabilidade. A modalidade é  relativamente nova e tem o objetivo de preparar o aluno para o mercado de trabalho em menos tempo do que uma graduação tradicional.

Trata-se de um curso superior de tecnologia, então, para cursá-lo, é necessário ter ensino médio completo e passar por um processo seletivo. Além disso, ele exige que o aluno faça um estágio supervisionado e/ou um trabalho de conclusão de curso (TCC).

Diferentemente do curso técnico, esse curso forma profissionais mais voltados para posições de gerência e gestão das empresas.

E aí, ficou clara a diferença entre essas duas modalidades de curso? Agora que você está por dentro do assunto, não deixe de conferir qual é a importância do curso técnico no seu currículo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *