58123-relacionamento-com-professores-por-que-investir-nisso-e-como-fazer-confira-5-dicas

Relacionamento com professores: por que investir nisso e como fazer? Confira 5 dicas!

O relacionamento com professores tem sido um grande desafio para os alunos, principalmente devido à crise de autoridade pela qual o magistério passa. Por se tratar de um trabalho de construção do conhecimento, conseguir que os alunos compreendam que esse relacionamento precisa ser saudável é um diferencial para ambos os lados.

Muitos estudantes enxergam os professores como uma figura que pertence à sala de aula e que está ali apenas para passar conhecimentos e dar ordens. Nesse contexto, muitos perdem por não buscar um convívio maior com os docentes, deixando de aproveitar os diversos benefícios que esse relacionamento pode trazer para o crescimento pessoal e profissional.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para você construir uma boa relação com seus mestres e aproveitar ao máximo seus estudos. Confira!

Por que buscar um bom convívio com os professores?

Investindo em um bom convívio e destacando-se nas aulas, suas chances de ser lembrado para aquela desejada vaga de estágio ou para um contato profissional, por exemplo, aumentam exponencialmente.

Por isso, procure conhecer as pesquisas acadêmicas e os trabalhos já realizados pelos seus professores no mercado, e investigue o que cada um faz na sua área de atuação.

Dessa forma, você poderá obter os melhores resultados e alcançar maior sucesso no mercado em um futuro próximo. Afinal, o bom relacionamento com professores é algo necessário durante o desenrolar de sua vida acadêmica e profissional.

Como fazer isso?

1. Organize-se pessoalmente

Os professores querem que seus alunos sejam capazes de manter um mínimo de organização para terem controle da sua vida acadêmica, independentemente de outras atividades que desenvolvam.

Como muitos alunos precisam conciliar estudos com família e trabalho, os professores desejam que os estudantes aprendam a separar as coisas e não perder os prazos para entrega de trabalhos, apresentação de seminários, etc. A falta de controle nesse setor causa turbulência nesse relacionamento e só cabe ao aluno evitar esse desgaste.

2. Exercite a simpatia

Seu professor tem a obrigação ética de tratá-lo com cortesia e de respeitá-lo, não lhe sendo facultado o direito de fazer o contrário em qualquer circunstância. Essa deve ser também a sua compreensão sobre seu relacionamento com os professores. Afinal, eles também merecem ser tratados com cortesia e respeito.

Seja simpático e certamente isso vai melhorar as relações pessoais. Não se trata de bajulação, mas de uma conduta moral que você deve aprender a desenvolver.

3. Mostre-se interessado nas aulas

Essa é uma atitude fundamental. O interesse que você demonstra ter na aula é de especial importância para ter um bom relacionamento com professores.

Para isso, procure conversar sobre os assuntos abordados na aula, exponha suas dúvidas, manifeste suas opiniões. Sempre que puder, converse com o professor sobre pontos relevantes da aula após o seu término. Esse tipo de manifestação vai fazer com que o relacionamento com o seu mestre seja o melhor possível.

4. Esteja aberto às críticas

No geral, os professores fazem intervenções nos trabalhos e seminários que você apresenta para lhe ajudar a melhorar seu desenvolvimento cognitivo. Portanto, não leve para o lado pessoal as críticas que ouvir.

Procure se adequar àquilo que o professor pontuar e mostre para ele que você acatou seu ponto de vista. Não se trata de anular sua identidade e, sim, de reconhecer que o professor possui um grau de conhecimento acima do seu e pode lhe ensinar diversas coisas interessantes.

5. Converse, nunca brigue

Mesmo quando alguma coisa parecer estar errada e você achar que seu professor não está agindo com coerência e razoabilidade, procure se manter tranquilo e converse com ele. Brigar nunca será uma boa saída porque isso gera rixas e deixa marcas que nunca serão apagadas.

Lembre-se de que o diálogo é a melhor forma de resolver os imprevistos que possam aparecer durante sua vida acadêmica.

Não é difícil manter um bom relacionamento com professores. Agindo com simpatia, prudência e respeito com seus mestres, você só terá a ganhar com isso!

Agora que você já entendeu como manter o bom convívio com os docentes, que tal continuar investindo nesses contatos para garantir seu sucesso profissional? Confira nossas dicas sobre como fazer networking na faculdade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *